Bem Vindo!

Tradutor

Pesquise aqui!

Visite! Curta! E compartilhe com seus amigos!

Compartilhe!

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Museu de Paleontologia na Paraíba

Assista ao vídeo do Jornal Hoje ( Globo) do Parque dos Dinossauros da Paraíba:





Teoria de que répteis pré-históricos evoluíram até o surgimento das aves é mudada

Pesquisadores americanos e chineses identificam espécie de dinossauro que vai derruba a hipótese.

Milhões de anos depois de os dinossauros desaparecerem misteriosamente da Terra, cientistas norte-americanos e chineses encontraram uma nova espécie pertencente ao período Jurássico (1) Superior. Até então, os paleontólogos acreditavam que o Haplocheirus sollers, uma estranha mistura de ave com os temíveis animais pré-históricos, era um pássaro primitivo, ainda sem asas. Porém, a equipe de pesquisadores liderada pelo norte-americano John Choiniere, da Universidade de George Washington, conseguiu comprovar que eles estavam errados. O resultado foi publicado ontem na revista especializada Science.


Encontrado na bacia chinesa de Junggar, na região autônoma de Xinjiang, o fóssil bastante conservado foi submetido a testes radiométricos que constataram que o dinossauro, pertencente ao grupo dos alvarezsauridae, viveu entre 158 milhões e 161 milhões de anos atrás. Em entrevista ao Correio, Choiniere afirmou que, até então, o exemplar mais antigo desse tipo de dinossauro datava de 95 milhões de anos, sendo, portanto, do período Cretáceo Superior. “Nossa descoberta é cerca de 60 milhões de anos mais antiga, o que mostra que esse grupo começou a evoluir há pelo menos 160 milhões de anos”, disse.

O fóssil foi achado em excelentes condições. Os seus aproximadamente 140cm de comprimento estavam preservados, faltando apenas a ponta da cauda, que devia medir entre 190cm e 230cm. Pelo estado da caixa craniana, Choiniere acredita que se trata de um exemplar que morreu no início da idade adulta. O animal possuía pelo menos 30 dentes maxilares, sendo que eles diminuíam de tamanho na parte posterior da boca.

“Posso dar algumas pistas sobre seus hábitos. Ele media cerca 3m de altura e era muito rápido e ágil. Provavelmente, tinha penas, mas que não eram usadas para voar”, contou Choiniere. Também possuía muitos dentes pequenos, que eram pontudos e com serrinhas. Então, provavelmente, ele se alimentava de pequenos animais, incluindo dinossauros menores, mamíferos e répteis, como lagartos”, explicou.

Nas mãos do Haplocheirus sollers está o aspecto mais interessante do achado, do ponto de vista morfológico. Em seus membros superiores, assim como nos demais espécimes alvarezsauridae, havia uma garra, usada, provavelmente, para cavar em busca de esconderijos de presas ou para caçar insetos que viviam em tocos de madeira apodrecida. Porém, ao contrário dos outros animais do grupo, que possuíam dois pequenos dedos sem utilidade, as extremidades das mãos do Haplocheirus eram idênticas às de muitos outros dinossauros carnívoros.

“Isso mostra a transição de um típico dinossauro carnívoro para a forma mais especializada da mão dos alvarezsauridae”, atestou o pesquisador norte-americano. O animal descoberto seria, portanto, o elo perdido da evolução desse grupo, que foi a base dos maniraptoras, ou mãos de garra, em grego, pertencentes ao Jurássico Médio. Trata-se de espécies de dinossauros e de aves que coabitavam a Terra e tinham muitas semelhanças morfológicas. Outra evidência confirma a tese de Choiniere: o espécime descoberto na China era maior que os tradicionais alvarezsauridae, sugerindo que, ao longo do tempo, o grupo foi diminuindo de tamanho até chegar ao formato dos fósseis que datam de 95 milhões de anos.


Fonte:

  • Correio Braziliense

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Dois dinossauros encontrados no Rio Grande do Sul

 
Ossos estavam na região de São João do Polêsine.
Formato dos dentes indica que um deles era carnívoro. 
 
 
Fósseis de dois dinossauros foram encontrados em uma propriedade rural em São João do Polêsine, na região central do Rio Grande do Sul. O formato dos dentes de um deles indica que se trata de um pequeno carnívoro – um evento raro, segundo paleontólogos.

De acordo com os pesquisadores, o animal se alimentava de pequenos insetos, anfíbios e outros mamíferos que viviam na região. A descoberta, divulgada nesta quarta-feira (27), foi feita durante uma escavação realizada em novembro.


Assista ao vídeo:

 

 


 

  
Fonte:
  • G1 

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

É descoberta a cor das penas de um dinossauro na China!

A cor de algumas penas de dinossauros e pássaros primitivos foi identificada pela primeira vez, informa um artigo publicado na revista científica Nature.





A pesquisa determinou que o dinossauro terópode - o grupo de bípedes carnívoros que teria evoluído para dar origem às aves - Sinosauropteryx tinha cerdas simples - precursores de penas - em anéis alternados alaranjados e brancos em sua cauda, e que o pássaro primitivo Confuciusornis tinha partes do corpo nas cores branca, preta e marrom alaranjado. Trabalhos futuros deverão permitir mapear as cores e padrões de todo o pássaro, diz nota divulgada pelos autores do trabalho.

Na nota, o professor de Paleontologia da Universidade de Bristol, Mike Benton, afirma que a pesquisa "oferece um vislumbre extraordinário da origem das penas". Segundo ele, a descoberta ajuda a resolver um antigo debate sobre a função original das penas - se voo, isolamento térmico ou adorno. "Agora sabemos que as penas surgiram antes das asas, logo não surgiram como estruturas para auxiliar no voo".
A equipe de paleontólogos reuniu pesquisadores do Reino Unido, China e Irlanda, e informa a descoberta de dois tipos de melanossomas nas penas de pássaros e dinossauros da região de Jehol, no nordeste da China.





 
Melanossomas são organelas que contêm cor, e ficam dentro da estrutura das penas e pelos de pássaros e mamíferos atuais. Como os melanossomas são parte da estrutura rígida de proteína da pena, eles sobrevivem enquanto a pena perdurar, mesmo por centenas de milhões de anos.

Este é o primeiro informe de melanossomas encontrados em penas de dinossauros e pássaros primordiais. E também é a primeira descrição de feomelanossomas em penas fossilizadas. Essas são as organelas que produzem tons ruivos e marrons.


Fonte
  • Estadão

Novo Selo

Olá a todos! Gostaria de agradeçer ao Rárisson ( www.sodinossauros.blogspot.com ) por me enviar o Selo: Seu Blog Vale Ouro!




terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Dryosaurus

O Dryosaurus, que siginifica "Réptil Carvalho" ou " Lagarto Três Carvalhos ", foi um dinossauros herbívoro e bípede que viveu no Período Jurássico entre 150 e 145 milhões de anos atrás.




O Dryosaurus viveu na África, América do Norte e Europa, suas espécies são as seguintes:

  • Dryosaurus Altus

  • Dryosaurus lettowvorbecki


Ele media cerca de 3,5 metros e pesava em torno de 700 quilos, era muito ágil, alcançamdo altas velocidades, usando essa especialidade em sua única forma de fugir dos predadores, além de viver em grupo com o animal mais velho e forte no comando.
Os seus principais e mais famosos predadores eram o Allosaurus que media cerca de 12 metros de comprimento e o Ceratosaurus que chegava a 6 metros de comprimento.




O Dryosaurus ficou mais conhecido após aparecers no jogo Jurassic Park Operation Genesis, como mostrado na imagem a seguir:




Ficha Cíentifica


Reino: Animalia

Filo: Chordata

Classe: Reptilia

Superordem: Dinosauria

Ordem: Ornithischia

Subordem: Ornithopoda

Infraordem: Iguanodontia

Família: Dryosauridae

Género: Dryosaurus





Fonte:

  • Wikipédia


segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Novo Selo! Blog Pré - Histórico!

Olá Pessoal, gostaria de agradeçer ao Victor dono do ( http://dinomytology.blogspot.com/ ) um Blog muito interessante que vale a pena visitar. Até mais!




sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Museu de Paleontologia no Vale dos Dinossauros

Uma reunião na tarde desta quarta-feira discutiu detalhes do projeto de construção de um museu de Paleontologia no Vale dos Dinossauros, na cidade de Sousa, sertão da Paraíba. O encontro aconteceu no escritório da arquiteta Sandra Moura e reuniu, além da arquiteta, o deputado federal Marcondes Gadelha (PSC) e o secretário de Turismo do Estado, Romeu Lemos.


O deputado Marcondes Gadelha, que já destinou emenda do Orçamento Geral da União, adiantou alguns poucos detalhes do projeto que, segundo ele, encontra-se em fase de desenvolvimento. “O museu contará com algumas alas. A primeira delas levará os visitantes ao local das pegadas”. De acordo com o projeto na reunião, “os turistas caminharão por uma passarela de vidro construída sobre as pegadas, refazendo o caminho percorrido pelos dinossauros há milhões de anos”, revelou Marcondes.


O caminho segue e a próxima ala revela uma grande floresta artificial com vegetação e características da era jurássica. “Será um cenário exuberante, reproduzindo o ambiente em que os sauros viveram e dominaram o mundo por tanto tempo”, explica o deputado. A partir daí será reconstituída a vida dos dinossauros sobre a terra. “Partiremos da molécula de DNA passando pela evolução da espécie até chegar ao Tiranossauro Rex, maior representante dos dinossauros sobre a Terra”.


Marcondes explica que a cada nova ala o visitante será surpreendido e conhecerá um pouco mais sobre todo o período em que os dinossauros habitaram este planeta. “Haverá uma sala dedicada às réplicas dos animais. Vários animatronix (bonecos animados) darão a dimensão do porte dos dinossauros”. Sem querer se aprofundar no detalhes, o deputado revelou uma das atrações desta ala. “Haverá até um enfrentamento entre sauros nesta área do museu. Tudo com riqueza de detalhes para que as pessoas possam realmente se sentir como parte do mundo jurássico”.


O passeio continua por outras salas temáticas. A última delas representará a controversa extinção dos dinossauros. “Há quem fale em um meteoro que teria devastado a Terra e junto com ela dos dinossauros. A verdade é que não se sabe ao certo como estes seres fascinantes foram varridos do planeta”. Esta ala será uma sala de absoluto silêncio, “remetendo ao fim dos dinossauros”, disse Marcondes.

O museu contará ainda com salas de projeção em terceira dimensão, lanchonetes, salas de internet, “tudo pensado para trazer conforto aos turistas que visitarem nosso museu. O projeto ainda não tem um custo definido, mas já recursos destinados e o deputado Marcondes Gadelha garante que haverá dinheiro para a obra. “Já coloquei uma emenda no ano de 2009 e colocarei outra maior em 2010. Além desses recursos haverá a participação de alguns Ministérios ligados ao projeto, do Governo do Estado e, pretendemos, da iniciativa privada”, finaliza Marcondes.

Fonte:
  • Paraíba.com.br

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Joe Johnston fala sobre Jurassic Park 4



Joe Johnston

Los Angeles (EUA), 14 jan (EFE).- O cineasta Joe Johnston, responsável por "Jurassic Park 3" (2001), revelou nesta quinta-feira que prepara um novo filme da saga, que deve dar início a uma nova trilogia.


"Vai haver um 'Jurassic Park 4'", disse o cineasta americano, de 59 anos, ao site "Box Office Magazine".

Segundo ele, o filme será algo "como nunca antes se viu", completamente diferente dos três primeiros longas da série. "É essencialmente o começo da segunda trilogia sobre 'Jurassic Park'", explicou.


As duas primeiras partes da saga, dirigidas por Steven Spielberg, arrecadaram mais de US$ 1,5 bilhão em bilheteria e foram um fenômeno mundial.


Johnston se encarregou da terceira parte, com resultados mais discretos: cerca de US$ 350 milhões em arrecadação.


O cineasta assegurou que se o novo filme tiver sucesso, deverão ser feitos outros dois longas para fechar a segunda trilogia de "Jurassic Park".

"Nunca se sabe. Se continuarem funcionando e o público seguir indo ao cinema, não existe razão alguma para que não sejam rodados", afirmou.


Fonte:
  •  EFE

A exposição contará com um modelo de Tarbosaurus bataar

Castelo Branco vai receber a partir de Março aquela que é apresentada como “a maior exposição itinerante de dinossáurios do mundo”. No Pavilhão do Núcleo Empresarial dessa cidade estarão patentes mais de 30 dinossáurios, aves e répteis e serão realizadas diversas actividades com o intuito de aproximar os portugueses da paleontologia.

Esta exposição itinerante já passou pela Bélgica, Alemanha, Suíça, Japão e Holanda, e agora o Geopark Naturtejo, em parceria com a empresa holandesa Creatures & Features, prepara-se para, ao longo de sete meses contemplar os portugueses com "Dinossáurios invadem o Geopark".

Armindo Jacinto, presidente da Naturtejo revelou que “a exposição é composta por esqueletos completos e crânios de dinossáurios, aves e répteis voadores” mas “também ovos, ninhos e ovos com embriões, garras e dentes, uma área educativa com um Diplodocus e um modelo de Tarbosaurus bataar para os alunos desenvolverem uma escavação”.

Nesta mostra, os responsáveis pelo evento destacam a apresentação do Diplodocus, com 17 metros, tal como se encontrava na sua jazida original: “Este elemento fará par com a réplica de Diplodocus, de forma a proporcionar ao visitante um corredor de 20 metros em que de um lado pode observar os fósseis reais como foram encontrados e do outro a réplica em toda a sua envergadura original”.

A exposição contará ainda com uma mostra de dinossáurios portugueses da colecção da Associação Leonel Trindade e com uma apresentação dos fósseis do Geopark Naturtejo, 250 milhões de anos mais antigos do
que o primeiro dinossáurio.

Além disso, haverá animações, tanto à entrada como dentro do próprio edifício, almoços didácticos, actividades lúdicas sobre paleontologia, fósseis, o processo de fossilização e moldagem.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Primeiro Trailer do Jurassic Park O Parque dos Dinossauros

Olá a todos, estou postando o vídeo do primeiro trailer do Jurassic Park O Parque dos Dinossauros ( em inglês ).





terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Convênio recupera barragem no Vale dos Dinossauros





O Monumento Natural Vale dos Dinossauros, localizado no município de Sousa, no Alto Sertão paraibano, agora está mais protegido com um projeto desenvolvido pela Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), através de convênio com o Ministério da Justiça, para a recuperação da barragem e construção do muro greager.

Os serviços, orçados em R$ 224.742,90, tiveram como finalidade recuperar a barragem de nível do Rio do Peixe, desviando parte do volume hídrico do seu leito natural para o canal de alívio e construção do muro greager, que regula a passagem das águas para a proteção do Sítio Paleontológico da ação erosiva das águas fluviais. Em meados de 2001, a barragem de nível sofreu rachaduras, desencadeando ruptura em parte dela.
A Unidade de Conservação está inserida na Caatinga, bioma que só existe no Brasil, e a bacia do Rio do Peixe possui um dos mais expressivos ecossistemas e sítios arqueológicos e paleontológicos do mundo, com pegadas de dinossauros fossilizadas de arenito e lama petrificada, passando a ter reconhecimento mundial dentro da comunidade científica. São pegadas de cinco a 40 centímetros de animais como o tiranossauro rex, alossauro, estegossauro e iguanodonte, que existiram há 120 milhões de anos, nos períodos cretáceo e jurássico. Boa parte deles era de carnívoros.
Desde 1992, a Sudema é responsável pela gestão do Monumento Natural e o projeto de recuperação da área de visitação, como as passarelas, quiosques e museu já está aprovado em um convênio com a Petrobras, devendo ser iniciado no mês de março.


Fonte:
  • ClickPB

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Wallpaper - Tyrannosaurus Rex 1


Olá pessoal,
Dessa vez estou postando um Wallpaper ( 1024 X 768 ) do Tyrannosaurus Rex, espero que gostem.
Até mais!




sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Ornitomimossauro é descoberto na Bulgaria


O paleontólogo Octávio Mateus, do Museu da Lourinhã, identificou os primeiros fósseis de um dinossauro descoberto na Bulgária, cujas características levaram o cientista a concluir que se trata de um dinossauro raro na Europa.




Ornithomimus - Da mesma família do animal encontrado na Bulgária


“É o primeiro dinossauro descoberto na Bulgária”, disse à Agência Lusa Octávio Mateus, que acrescentou que o animal não só é “raro na Europa” como também é o “primeiro registo seguro de um “ornitomimossauro” do Cretácio Superior da Europa”.
Um osso do braço com dez centímetros, que se pensava ser de um animal marinho e que foi trazido em 2005 para o Museu da Lourinhã por um estudante de mestrado búlgaro, foi suficiente para o português perceber que estava perante uma nova descoberta para a ciência.
“Este osso era oco, o que ocorre apenas em mamíferos, aves, pterossauros [répteis voadores] e dinossauros carnívoros”, justificou, acrescentando que “pelo tamanho só podia ser de um dinossauro carnívoro”.
O paleontólogo conseguiu ainda constatar que “o osso não é cilíndrico e tem uma saliência que só existe no osso do braço”, dois dos traços característicos dos dinossauros carnívoros do grupo dos “ornitominossauros”, conhecidos dos filmes do Jrassic Park, do realizador norte-americano Steven Spielberg.
Os “ornotomimossauros”, dinossauros carnívoros terópodes, eram animais que se distinguiam dos restantes pela sua “cabeça pequena” e por serem “muito ágeis”, por isso são também apelidados por “dinossauros-avestruzes”.
Octávio Mateus estudou também os sedimentos rochosos que envolviam o fóssil e concluiu que se trata de um dinossauros que viveu há 65 milhões de anos, no Cretácico Superior, sendo contemporâneo do conhecido carnívoro “tiranossauro rex”.
Um artigo científico publicado em Novembro na revista da especialidade “Lethara” pelo português e por mais quatro paleontólogos estrangeiros (um inglês, um americano e dois búlgaros) permitiu validar a descoberta junto da comunidade científica.
O fóssil encontra-se no Museu de História Natural da Bulgária.


Fonte:
  • Publico.Clix 

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Selo: Você fez a diferença


Olá a todos, gostaria de agradeçer ao Rárisson ( www.sodinossauros.blogspot.com ) novamente por ajudar o Blog Dino World indicando o Selo: "Neste ano você fez a diferença para mim", no caso, o ano de 2009.
Aí vai os 4 blogs que indico:

Até mais!

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Selo Compartilhar


Olá pessoal!
Gostaria de agradeçer ao Rárisson o dono do ( http://sodinossauros.blogspot.com/ ) por me enviar este selo, e estou muito feliz por receber o próprio, pois siginifica que o Blog Dino World está crescendo e melhorando cada dia mais.
As regras que é para quem recebe este selo são as seguintes:

1 - Copiar o selinho para o seu blog.
2 - Deixar um comentário no blog do amigo que te indicou.
3 - Linkar o blog do amigo que te indico
4 - Indicar para 10 blogs
5 - Deixar uma mensagem explicando o que é compartilhar

Os 10 blogs são:

Animals Net - http://www.ani-mais.blogspot.com/
Peixes Brasil - http://www.peixesbrasil.blogspot.com/
Fauna do Cerrado - http://faunadocerrado.blogspot.com/
Brasil por trás da história - http://www.brasil--historia.blogspot.com/
Biologia ao Extremo - http://www.biologiaaoextremo.blogspot.com/
Peixe Mania - http://www.peixe-mania.blogspot.com/
Discovery World - http://discoveryblog-documentarios.blogspot.com/
Jurassic Park - http://www.operacaogenesis.blogspot.com/
Feras Pré-Históricas - http://wwwferasprehistoricas.blogspot.com/
Planeta Animal - http://naturezabiologica.blogspot.com/

O que é compartilhar:

"Compartilhar é dividir com outras pessoas algo como felicidades, tristezas, e moções, entre outras, com neste Selo, blogueiros estão compartilhando o que ganham e o que acham dos outros."

Até mais!

Leia mais sobre o assunto!

Related Posts with Thumbnails

Produtos do Blog Dino World!

Olá a todos!

Em breve você poderá comprar produtos do Blog, serão revistas, postêrs entre outros.
Qualquer dúvida envie um e-mail para ericdrio.jp@hotmail.com.

Fique atento!



Visitem!

Visitem!
O meu Blog sobre biodiversidade atual!